Dicas para seguir na transição do cargo de síndico

Atrapalhando a área comum
28 de agosto de 2019
Família do zelador pode usar áreas comuns do condomínio?
18 de setembro de 2019
Exibir tudo

Dicas para seguir na transição do cargo de síndico

Durante o processo da troca de gestão, há alguns procedimentos que devem ser seguidos com muita atenção para que a nova gestão inicie de maneira correta e tranquila. Elencamos abaixo alguns passos importantes para que ocorra tudo certo e com transparência ao longo da troca de gestão.

1- Definir um roteiro de transição de cargo

Estabelecer um roteiro escrito para a troca de gestão pode evitar que pontos importantes sejam esquecidos pelo novo ou pelo antigo gestor. Além disso, é uma maneira de formalizar o fim do mandato e o início da nova gestão. Caso não haja esse roteiro ainda estabelecido no condomínio, é importante defini-lo e incluí-lo ao Regimento Interno para futuras transições de gestão.

2- Conversar com o antigo síndico

Um passo fundamental durante a troca de síndicos é a conversa entre o antigo e o novo gestor. É indispensável que sejam transmitidas algumas informações importantes para o bom começo da nova administração. O ideal é durante um determinado período o antigo síndico acompanhar e auxiliar o novo síndico, quando isso acontece, é muito mais fácil para o novo síndico se inteirar de toda documentação e processos do condomínio. Caso essa situação não seja possível, o ideal é marcar uma reunião para que todas as informações sejam transmitidas. Algumas informações essenciais que devem ser repassadas para a nova gestão são:

  • contas a pagar;
  • contas a receber;
  • compromissos pendentes;
  • troca de informações bancárias;
  • atualização de dados junto à Receita Federal;
  • entrega de documentos e arquivos.

3- Entregar as pastas de documentos

É de costume o antigo síndico entregar uma pasta contendo toda a documentação referente ao condomínio. Junto a essa pasta, também, é entregue ao novo gestor uma carta protocolada listando cada documento que está contido na pasta. Os principais documentos que devem ser entregues são:

  • apólices de seguros;
  • folhas ponto de funcionários;
  • livro de inspeção do trabalho;
  • cartão de CNPJ;
  • escritura de convenção;
  • regulamento interno;
  • atas de assembleias;
  • contratos de possíveis manutenções e obras;
  • plantas do condomínio;
  • planilhas de orçamentos;
  • pastas de prestação de contas;
  • notas fiscais;
  • certificados operacionais e ocupacionais (higienização das caixas d’água, desobstrução das caixas de gordura, desinsetização, entre outros.)

Caso o antigo síndico não entregue algum documento, o atual síndico deverá comunicar a ausência do documento ao antigo gestor e solicitar a entrega.

Fonte: http://gicondominial.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *